Encontraram um menino sujo e maltratado em uma montanha de areia – Quando a verdade é revelada, meu coração se parte

- março 01, 2018

Infelizmente, há alguns que vivem em condições que, em nenhuma circunstância, deveriam ser permitidas.

Mesmo que a pobreza e a fome sejam terríveis, acredito que os abusos e o maltrato são a pior coisa que alguém pode viver.

Sem cessar, ouvimos que há crianças que sofreram abusos e o pior de tudo é que muitas vezes seus próprios pais são os autores desses abusos.

O relatório do Ministério do Desenvolvimento para mulheres e crianças em 2007 publicou que 69% das crianças na Índia foram vítimas de alguma forma de abuso. 54,68% eram meninos. E em 88,6 por cento dos casos, os próprios pais foram a causa do abuso.

Cerca de 53% das crianças na Índia foram submetidas a alguma forma de abuso sexual, e inclusive, mais da metade das vítimas eram garotos.

Em 20 de fevereiro, as autoridades da Índia encontraram uma criança, Abhishek, amontoado em uma montanha de areia.

Ele estava em péssimo estado, foi espancado e estava muito desnutrido.

O autor do abuso foi seu próprio pai, Mukhtar.
Uma pessoa pode testemunhar que Mukhtar costumava voltar para casa bêbado e muitas vezes torturava e batia no seu filho que além disso não havia se alimentado durante oito dias.

Embora muitos soubessem sobre a situação do pobre menino, ninguém havia feito nada para evitar isso. Finalmente, e quando Abhishek estava à beira da morte, alguém contatou as autoridades.

Depois de um caso que provocou muita emoção em 2014, quando uma menina de seis anos foi brutalmente estuprada na escola, o debate sobre o abuso infantil se abriu novamente.

Um relatório do Observatório de Direitos Humanos confirma que muitos dos casos de violência e abuso ocorridos em casa nunca são relatados.





Felizmente, uma pessoa corajosa ajudou Abhishek antes que fosse tarde demais. Mas se a sociedade tivesse funcionado corretamente, essa criança jamais passaria por isso.

A Índia é um país distante e seus problemas também podem parecer distantes, mas esses problemas existem inclusive em nosso próprio país.



Se você vê que alguém abusou ou se sente mal, você precisa fazer algo. Se você acha que alguém não está se sentindo bem em casa, pergunte! Se muitos de nós reagirmos fortemente e nos envolvermos, mesmo que isso não aconteça em nossa própria família, seremos capazes de salvar muitas crianças da violência e abuso.


Ninguém pode fazer tudo, mas todos nós podemos fazer algo.

Por favor, compartilhe esta história com todos os seus amigos do Facebook. Devemos mostrar que uma criança nunca deve ser maltratada!

 Fonte: newsner
Advertisement