Família diz adeus à mãe com Alzheimer: quando olham para o pai, eles percebem a dolorosa verdade

- março 23, 2018
    Daily Herald

Família diz adeus à mãe com Alzheimer: quando olham para o pai, eles percebem a dolorosa verdade

O amor é o sentimento mais poderoso do mundo, e nos faz mover montanhas. Algumas pessoas acham que o amor verdadeiro e duradouro não existe, mas o casal que vamos ver em seguida é a prova do contrário. Quando a família disse adeus à mãe com Alzheimer, nunca pensou que o pai teria a reação que teve… foi a maior prova de afeto e carinho que a filha alguma vez viu.

Bob e Ruth Kretschmer tinham 92 e 90 anos, respetivamente, quando comemoraram 71 anos de casamento. Esse tempo é mais do que uma vida para muitas pessoas. Tudo começou na altura da Segunda Guerra Mundial. Os dois jovens se conheceram numa pista de gelo, e não conseguiram mais ficar longe um do outro.

Eles eram muito diferentes, mas já diz o ditado: os opostos se atraem! Bob era um homem com muita alegria, energia e entusiasmo. Ruth era um pouco mais séria, mas também muito sociável e simpática. Durante a Segunda Guerra Mundial, Bob foi chamado para o exército. Ele serviu seu país com grande orgulho, e conseguiu sobreviver aos horrores que presenciou no campo de batalha. Logo que chegou a casa, ele decidiu se casar com a namorada Ruth.

Em 1955, o casal foi para uma casa em Illinois, que Bob construiu. Eles tinham animais no quintal, incluindo um cavalos, cabras, guaxinis, galos e cãos – o casal estava unido pelo seu amor pelos animais.

Ruth e Bob tiveram três filhos: Roberta, Ruthann e David. Ao longo dos anos, a família continuou a crescer, e o casal teve 12 netos e 10 bisnetos. Os filhos admiravam o seu relacionamento cheio de “devoção, amor e coragem”. Infelizmente, nos últimos anos, Bob e Ruth sofreram problemas de saúde. Ruth desenvolveu a doença de Alzheimer, enquanto Bob foi diagnosticado com câncer de pulmão, que se espalhou para seus ossos e fígado.




Bob sabia que perderia a luta contra sua doença, mas sentiu que precisava sobreviver durante o tempo que pudesse, por causa de sua esposa. O casal permaneceu na casa em que vivia há mais de 60 anos, e seus três filhos fizeram o seu melhor para cuidar dos amados pais. Para além da família, eles tinham o apoio de cuidadores profissionais.

Então, pouco antes das 10:00 da manhã, numa sexta-feira, Ruth deixou de respirar.  Uma das enfermeiras segurou a mão de Bob, que estava chorando. Ele perguntou o que estava errado. “Ruth se foi”, disse o idoso. 1 minuto depois, ele também partiu.

    Daily Herald


De acordo com a filha Ruthann, era como se o pai não conseguisse viver mais sem a esposa. Assim que soube que a mulher morreu às 10:25, o pai partiu às 10:26. O luto foi em dobro para a família, mas eles sabiam que Bob e Ruth precisavam estar sempre juntos, na vida ou na morte. O casal esteve apaixonado por tantos anos que não podia suportar a ideia de sepração. Eles se agarraram um ao outro, até à morte.

O amor é um sentimento tão forte que ultrapassa a vida, compartilhe se concorda!

Fonte: Newsner / História Com Valor
Advertisement