Jovem de 16 anos morre subitamente – horas depois, o médico descobre algo aterrorizante em seu estômago

- março 27, 2018

    Health Line

Alguns hábitos que temos podem levar à morte, e Jasmine Beever percebeu isso tarde demais. Um dia, ela perdeu a consciência e os pais a levaram urgentemente para o hospital. No entanto, ela acabou por falecer após várias tentativas de reanimação. Quando os médicos fizeram a autópsia, eles descobriram algo aterrorizante em seu estômago!

Inicialmente, ninguém conseguia entender o que tinha acontecido com a garota. Só quando examinaram o seu estômago é que descobriram a explicação. Tudo começou quando, num dia de aulas normal, a adolescente de Skegness, Inglaterra, se sentiu mal e resolveu ir para casa. Foi lá que a jovem colapsou e foi imediatamente levada para o hospital.

Infelizmente, já não havia nada a fazer, e a família recebeu a trágica notícia da morte de Jasmine. O médico que tentou salvá-la disse que a menina tinha peritonite. Isso corre quando uma fina camada de tecido do abdômen fica inflamada, o que pode levar a uma infeção. No entanto, só depois da autópsia é que perceberam o que causou a sua morte…

    Health Line


Dentro do estômago da jovem Jasmine, os médicos encontraram uma enorme bola de cabelos. Foi essa bola que causou a infeção e, como o organismo não conseguia digeri-la, uma úlcera acabou se formando. A úlcera que se desenvolveu acabou por explodiu, levando à falência de vários órgãos vitais.

Jasmine tinha tricotilomania, que é uma compulsão de comer o cabelo. Esse transtorno pode surgir devido ao estresse, e leva as pessoas a arrancarem e ingerirem seus cabelos. Esse hábito pode parecer inocente, mas na verdade é muito perigoso, pois pode formar essas bolas de cabelo no estômago.
Por sua vez, essas bolas causam um bloqueio no sistema digestivo, mais conhecido como “Síndrome de Rapunzel”, que podem criar infeções mortíferas…

Se quiser saber mais sobre essa história, assista ao clipe abaixo.


Compartilhe para que todos saibam os perigos da “Síndrome de Rapunzel”. Se conhece alguma pessoa que sofre de tricotilomania, ajude-a a procurar tratamento antes que tenham repercussões físicas.
Fonte: Newsner
Advertisement