Jovem morre em batida forte – Então a polícia olha os restos e faz uma descoberta horrível

- março 03, 2018

Em 22 de fevereiro, a estudante de 17 anos, Cameryn Callaway, morreu em um grave acidente de trânsito.

Uma tragédia para toda uma sociedade e especialmente para sua família.

Cameryn estava dirigindo na rodovia por volta das 10 horas da noite quando  de repente se chocou com um caminhão.

Não sobrou muito do carro e Cameryn morreu no local.


Após a investigação feita pela polícia, puderam constatar que Cameryn havia enviado uma mensagem de texto enquanto estava dirigindo e foi o que a levou a colidir com o caminhão de frente.

Michelle Lunsford, a mãe de Cameryn, disse que sua filha não costumava enviar mensagens de texto enquanto dirigia. Mas ela também não contestou a investigação policial.

Agora ela quer que outras pessoas vejam os restos do carro da sua filha para que eles compreendam o perigo de estar com o celular quando dirigem.



"Cameryn era meu coração. Ela era a razão da minha vida e agora tenho um novo objetivo. Ela não está mais aqui. Eu só quero prestar homenagem a ela”.

Desde 2012, é proibido enviar mensagens de texto ao dirigir em Pelham, Alabama, onde ocorreu o acidente.



De acordo com a AT&T, o risco de colisão é 23 vezes maior se alguém usar o celular ao dirigir.


Aqui você pode ver um vídeo sobre o incidente:



Todos os dias pessoas em todo o mundo tiram seus celulares quando estão dirigindo e, em alguns casos, isso causará acidentes. Talvez não seja tão grave quanto à de Cameryn, mas os acidentes continuarão a acontecer.

Compartilhe esta história para lembrar a todos que não se deve estar com o celular ao dirigir. E espero que juntos possamos evitar que algo tão terrível aconteça de novo.

Fonte: newsner
Advertisement