Casal esperando gêmeos idênticos fica congelado quando o médico diz “sinto muito”

- abril 06, 2018
Youtube – BBC Three



Receber um novo membro da família é sempre uma grande emoção. Esses pais ficaram radiantes ao saber que estavam esperando gêmeos. Mas, quando chegou à hora do nascimento, eles congelaram ao ouvir o médico dizendo “sinto muito.”

Matt e Jodi Parry tiveram uma emoção dupla: eles iam ter não 1 mas 2 bebês. Era a segunda vez que iam ser pais, mas eles estavam igualmente nervosos e felizes. O casal já tinha um filho e agora estava esperando gêmeos para aumentar sua família. Mas a felicidade deles rapidamente se transformou em um pesadelo…


Quando a mulher deu à luz, o médico disse “sinto muito”. Matt e Jodi pensaram imediatamente que os bebês tinham morrido… No entanto, os pais ficaram surpresos quando o médico lhes disse que seus as meninas recém-nascidas Abigail e Isobel tinham sido diagnosticadas com Síndrome de Down.


Youtube – BBC Three


A forma como o médico lhes deu a notícia não foi nada profissional. Jodi disse que aquele diagnóstico soou como uma prisão perpétua. “Naquele dia, eu não me senti como uma mãe. Eu apenas me senti confusa”, conta a mulher. O profissional disse que a possibilidade de ter gêmeos idênticos com síndrome de Down é de 1 em 1 milhão.

Infelizmente, ninguém ofereceu ajuda a esses pais, nem lhes deu informações suficientes sobre essa condição. Ninguém lhes disse que sua família poderia viver uma vida tão feliz como a dos outros. Por causa disso, Jodi e Matt estavam muito assustados no início. Eles não sabiam se suas meninas seriam capazes de andar, falar ou fazer escola como as outras crianças.


Youtube – BBC Three


No entanto, a família resolveu assumir a situação e nunca desistiu das garotas. “Até hoje, eu não entendo porque o médico disse que sentia muito. Eu gostaria de vê-lo agora e perguntar porquê”, diz Jodi. Os pais não mudariam Abigail e Isobel nem pelo dinheiro todo do mundo. Eles amam muito suas filhas, e dizem que elas fazem todo o mundo sorrir.


Youtube – BBC Three


Hoje, passados cinco anos, eles mostraram o quão errado o médico estava, assim como todas as pessoas ao seu redor. A família é muito feliz e as meninas são inteligentes, simpáticas e bondosas. Ainda existe muita discriminação para com a Síndrome de Down… e essas meninas são a prova de como esse preconceito é descabido.

Assista a esse clipe onde podemos ver a alegria contagiante das garotas…


As pessoas que possuem Trissomia 21 conseguem ser tão felizes como todas as outras, e merecem ser respeitadas porque são absolutamente maravilhosas. Compartilhe se concorda!

Fonte: Newsner / História Com Valor 
Advertisement