Mãe morre após mordida misteriosa de um bicho comum – agora, a família está alertando o mundo

- abril 17, 2018


Após uma mordida misteriosa, Tamela Wilson, uma mãe de família faleceu. Agora, a família quer alertar o mundo sobre a causa! Muitas pessoas desconhecem o vírus Bourbon, mas ele é bem real e muito perigoso. A primeira pessoa a morrer desta condição foi um homem do condado de Bourbon, Estados Unidos, em 2014, daí o seu nome. Infelizmente, a doença continua a ceifar várias vidas desde então, tal como a de Tamela.

Daily Mail


Tamela Wilson, de 58 anos, encontrou dois carrapatos em seu corpo enquanto estava trabalhando. Ela removeu os dois parasitas e não pensou mais sobre o assunto. Pouco tempo depois, ela começou a se sentir estranha. A mulher visitou vários médicos, que lhe disseram que tinha uma infeção do trato urinário. Ela recebeu antibióticos e foi mandada para casa.


No entanto, os antibióticos não ajudaram e a condição de Tamela piorava a cada dia. “Ela literalmente não conseguia nem pegar no celular. Ela não tinha força”, disse a filha, Amie May. “Minha irmã ligou para ela… o celular estava tocando, mas ela não conseguiu atender.”

Doença mistério

Os médicos não sabiam o que estava causando aqueles sintomas, e explicaram aos parentes de Tamela que sua condição era um mistério.

Eles tentaram ajudar e realizaram dezenas de exames para tentar descobrir o que havia de errado com aquela mãe, mas nada funcionou. Sua pele ficou rachada e seca, e Tamela enfraquecia a cada dia que passava. Infelizmente, a mulher acabou por falecer…


Motivo da morte

Steven Lawrence, médico especializado em doenças infeciosas da Universidade de Washington, descobriu o motivo da morte. Ele disse que os funcionários que trataram Tamela não estavam suficientemente informados sobre o vírus Bourbon… e foi exatamente isso que matou a mulher.

A família de Tamela decidiu que o seu corpo seria doado para a ciência. Eles querem que os especialistas descubram mais sobre o vírus Bourbon, e porque ele afeta as pessoas de forma tão agressiva.

Infelizmente, ainda não existem vacinas ou curas para o vírus. Tudo indica que ele é transmitido através de carrapatos e outros insetos que picam. No entanto, os cientistas ainda não têm 100% certeza disso. No caso do primeiro paciente, foi relatado que ele tinha sido mordido por vários parasitas, incluindo um carrapato. Isso levou os pesquisadores a acreditar que eles poderiam ser os portadores principais da doença, embora ainda não tenha sido comprovado concretamente.


Daily Mail


Sintomas do vírus Bourbon

Os sintomas do vírus Bourbon incluem febre alta, dores de cabeça, diminuição do apetite, dores musculares e articulares, fadiga, náuseas, vómitos, diarreia, erupção cutânea no abdómen, peito e costas. Quando você estiver ao ar livre, use mangas compridas e um repelente de insetos forte. Para além disso, verifique o seu corpo depois de estar em áreas rurais…

Como ainda não há tratamento ou vacina para o vírus, o melhor é prevenir. Quanto à família Wilson, a sua perda foi trágica, mas eles poderão viver orgulhosamente sabendo que o corpo de Tamela foi usado para ajudar a ciência a encontrar novas formas de combater o vírus. Espero que ela possa salvar mais pessoas no futuro.

Compartilhe para que todos passem a conhecer a terrível condição que tirou a vida a Tamela!

Fonte: Newsner / História Com Valor



Advertisement