Pais são forçados a abandonar prematuro que morreu nos seus braços – até que os policiais apareceram

- abril 09, 2018


Axel Winch nasceu com apenas 29 semanas e muitos problemas genéticos. O bebê ia precisar de um milagre para sobreviver! Sem o equipamento necessário para cuidar dele na sua cidade natal, os pais não tiveram outra opção senão levar o prematuro para outro hospital. Ele foi levado para o Hospital Infantil do Colorado, a cerca de 482 quilómetros de distância!

Os pais de Axel, Melissa e Adam Winch, visitaram o bebê durante meses no hospital. Seu “bebê misterioso” deixou os médicos muito intrigados, pois não conseguiam identificar o que havia de errado com ele. O prematuro morreu várias vezes nos braços de seus pais, e as enfermeiras salvaram a vida todas elas. O bebê Axel provou uma e outra vez que os milagres são possíveis.

Por isso, era naturalmente doloroso quando seus pais tinham que o abandonar e voltar a trabalhar a tantos quilómetros de distância dele. Melissa trabalha como policial, e Adam é um ex-oficial que possui seu próprio negócio.


Facebook – Adam Winch


Policiais decidem intervir

Para além disso, sempre que iam embora, os pais não tinham ideia se conseguiriam segurar o bebê novamente. Foi nessa altura que o Departamento de Polícia de Aurora interveio. Outro policial também tinha uma criança sendo tratada no mesmo Hospital Infantil de Axel, então o chefe resolveu fazer algo maravilhoso: ele reuniu todos os policiais, para que eles fossem visitar os bebês.

Enquanto a mãe e o pai estavam trabalhando duro, quase 20 policiais se abraçaram a Axel. Os oficiais também visitaram a família, ajudaram a angariar dinheiro para eles e até abriram suas casas para eles. O Sargento Pitrusu disse que isso não era apenas benéfico para Axel, mas também para os oficiais. Depois de meses no hospital, a família presenciou mais um milagre. Eles poderiam finalmente levar Axel para casa!


Facebook – Adam Winch


Embora seu futuro ainda não esteja claro, a família Winch está grata por ele estar feliz e saudável. “Deus abençoe o Departamento de Polícia de Aurora”, disse Adam em um post no Facebook depois de finalmente poder levar o bebê para casa.

Sem dúvida uma atitude maravilhosa a dos policiais. Compartilhe se concorda!

Fonte: Liftable / História com Valor 
Advertisement