Mãe acredita que o filho foi mordido por uma vespa – mas ao ver o seu corpo azul, ela descobre a verdade

- junho 30, 2018




Desfrutar de um sorvete, caminhar descalço pelo campo ou tomar um banho refrescante são alguns dos prazeres que temos nos dias de calor excessivo. Mas nada na vida é livre de perigo, nem mesmo esses momentos de descanso e prazer. O pequeno Kristoffer, de 3 anos, sabe bem o que isso é. Ele ficou com o corpo azul após brincar descalço no jardim. Agora, a sua mãe quer compartilhar a experiência traumática para que mais ninguém mais tenha que passar pelo mesmo.

 Pixabay

“Fui visitar os meus pais com o meu filho. De repente, Kristoffer começou a chorar e ficou de joelhos. Nós pensamos que ele só tinha sido mordido por uma vespa, ou se tinha arranhado nalguns ramos,” diz Elisabeth Nordgarden, a mãe. 15 minutos após o ataque de choro, o corpo do menino começou a ficar azul. “A ambulância e o helicóptero chegaram rapidamente, nos disseram que era uma picada de cobra e nos levaram para o hospital em Skien (Noruega)”, continuou.

Picada de cobra teve graves consequências

Kristoffer recebeu medicação e começou a mostrar sinais de recuperação. Ele parecia melhor, mas logo o menino começou a piorar novamente… e muito!

O garoto teve um hemorragia no intestino, e foi levado para outro hospital. Sua condição piorou e ele chegou até a perder 5 quilos. Nessa altura, a mãe percebeu que a situação era muito mais séria do que pensava. A reação do corpo às picadas de cobra pode ser muito diferente de uma pessoa para outra, especialmente no caso de crianças, que geralmente têm sintomas fortes.

Em muitos casos, as cobras aparecem com o calor. Essas são as alturas em que mais aproveitamos para estar nas ruas, e há um risco maior de elas nos surpreenderem.

É por isso que é importante usar sapatos e roupas compridas se você estiver em uma área onde você sabe que pode haver cobras. Também é importante manter a calma se você for mordido por uma cobra venenosa, de acordo com o Dr. Harry Achterberg.
Mais respeito pelas cobras

Depois de meia semana no hospital, Kristoffer conseguiu voltar para casa. Ele sobreviveu, mas passou por muitas dificuldades. Agora, ele está totalmente recuperado e, no mesmo dia em que voltou para casa, já estava brincando feliz. No entanto, Elisabeth diz que vai tomar mais precauções no futuro.


Pixabay

“Eu agora tenho mais respeito pelas cobras e vou me certificar de que as crianças usam sapatos quando saem, especialmente se elas estiverem brincando nos campos e nas áreas de mato”, diz a mãe.
Kristoffer se recuperou bem da picada de cobra, mas tudo poderia ter terminado em tragédia. Compartilhe para todos tomarem precauções no verão!

Fonte: Newsner
Advertisement