Marido morre depois de ser picado por inseto: agora sua esposa faz um alerta para erro médico

- junho 07, 2018




Nós todos sabemos que um dia nós vamos partir. Porém, saber disso não facilita quando perdemos alguém que amamos.

É particularmente doloroso quando isso acontece como resultado de algo que deveria ser evitável.

Crissy Naticchia teve que enterrar seu marido Jeff depois de 23 anos de casamento, e a razão é desoladora. Ele faleceu após complicações que se desenvolveram após uma picada de inseto.

Crissy agora está compartilhando sua história na esperança de aumentar a conscientização sobre a infecção perigosa que vitimou Jeff.


Crissy postou sua história comovente online e descreveu os sentimentos de vazio e desespero que ela e sua família experimentaram após a morte de Jeff.

“Meu filho, agora um estudante do ensino médio, não tem pai para ensiná-lo a dirigir, para conversar sobre garotas, para ajudá-lo a escolher uma faculdade – nem para vê-lo atingir todos esses marcos”, escreveu Chrissy.

Ela continua: “Meu marido era dedicado a sua família – ele fez tudo por nós, incondicionalmente. Agora que ele não está aqui, nos sentimos perdidos, assustados e sozinhos”.

Para piorar as coisas, Jeff estava lutando incansavelmente para entrar forma antes de morrer. Crissy descreve como seu falecido marido ficava inúmeras horas se exercitando para ficar mais saudável e perder peso.

Durante todo o tempo de casamento, ele só tinha ficado doente duas vezes. Mas um dia Jeff de repente se sentiu mal e com febre depois de ser picado por um inseto. Era um carrapato.

Crissy logo percebeu que algo estava muito errado. Jeff suava muito mais do que o habitual e suas roupas estavam encharcadas. Crissy teve que trocar a roupa de cama regularmente porque os lençóis ficavam molhados de suor.

Depois de vários dias, ele foi forçado a ir ao pronto-socorro.

Lá ele foi tratado como se tivesse uma infecção nos rins e teve que tomar antibióticos. Infelizmente, o erro de diagnóstico custou a vida de Jeff.

A doença se espalhou pelo seu corpo a um ritmo incrível. Em 12 horas ele deixou de ser capaz de brincar e rir e estava em uma UTI com máquinas que o mantinham vivo.

Demorou dois dias para os profissionais médicos encontrarem um diagnóstico correto. No momento em que foi descobriram, já era tarde demais.

Doença desconhecida

Jeff contraiu babesia – uma doença vinda do carrapato e que ataca os glóbulos vermelhos. É mais comum em animais de estimação e gado, embora possa ser fatal para os seres humanos também.

Nos EUA, casos de Babesia estão em ascensão. Infelizmente, o fato de que Jeff era asplênico (ele não tinha baço funcionando) significava que a doença se espalhava ainda mais rapidamente em torno de seu corpo.

Apesar de um breve período em que Jeff parecia estar melhorando, seu coração acabou cedendo e ele faleceu.

O fato é que essa era uma tragédia evitável. Crissy está agora fazendo o seu melhor para conscientizar sobre a doença e garantir que a morte do marido não tenha sido completamente em vão.

“Perdi o pai dos meus filhos porque ele foi picado por um carrapato e a infecção que se desenvolveu não é amplamente conhecida. Se os médicos conseguissem diagnosticá-lo um, dois ou quatro dias antes, ele poderia ter sobrevivido? Nós nunca saberemos ”, diz ela.

É a esperança de Crissy que com maior consciência, Babesia será mais facilmente tratada no futuro.

Aprender mais sobre doenças transmitidas por insetos pode salvar muitas vidas. Quem sabe o que poderia ter acontecido se Jeff tivesse sido diagnosticado corretamente em primeiro lugar?

Certifique-se de compartilhar esta história. Você nunca sabe, você pode salvar a vida de um ente querido ou amigo. Vamos ajudar a impedir que tragédias como essa ocorram novamente.

Fonte: Newsner
Advertisement