Menina de 6 ano é cortada ao meio por causa de um erro comum — agora a mãe que alertar outros pais!

- junho 07, 2018




Usar o cinto de segurança pode ser uma questão de vida ou morte. Nós sabemos disso.

E felizmente a maioria de nós o faz sem pensar.

Mas eu me lembro disso ser um pouco diferentes quando era mais jovem. Eu achava bastante desconfortável usar o cinto de segurança e, quando meus pais não estavam olhando, eu às vezes deslizava a alça sob meu braço. Eu não tinha ideia do risco a que estava me expondo.

De fato, muitas crianças e pais desconhecem completamente os riscos de um cinto de segurança impropriamente colocado. Além disso, alguns pais continuam a prender seus filhos pequenos diretamente no assento do carro antes que tenham a altura apropriada, o que pode ser perigoso.

"Samantha Swartwout spent three weeks in the hospital following a car accident where she sustained serious injuries to…

Posted by Larry H. Miller Collision Centers on Thursday, 3 November 2016

Samantha Swartwout, de 6 anos, estava a caminho de casa com o pai quando de repente bateram em uma árvore.

Samantha sofreu ferimentos muito graves e foi levada ao hospital inconsciente. Suas entranhas estavam quase partidas ao meio e os médicos tiveram que costurar seu abdômem gravemente lesionado.

Os médicos tiveram que usar tecnologia avançada para manter todos os órgãos de Samantha no lugar, como escreve o Daily Mail.

O pai de Samantha escapou com ferimentos leves. A menina também poderia sofrido menos – se ela estivesse em uma cadeirinha apropriada e tivesse o cinto de segurança preso corretamente.

Após o acidente, Samantha sofreu da síndrome do estresse pós-traumático, assim como terríveis pesadelos.

Agora, a mãe de Samantha, Shelly Martin, quer avisar a outros pais o quanto pode ser periogoso deixar seus filhos andarem de carro sem a cadeirinha.

“Leva apenas um segundo para colocar seu filho em uma cadeirinha”, disse Shelly ao Daily Mail. “E levará muito tempo para ela se recuperar. Samantha precisará passar por outra cirurgia nos próximos meses …”

“Ela também tem medo de ficar sozinha”, acrescenta. “Há tantos reflexos negativos depois do aceidente que as pessoas não imaginam.”

Se Samantha tivesse sido devidamente colocada em uma cadeirinha, seus graves ferimentos poderiam ter sido evitados.

Por favor, compartilhe este artigo com seus amigos no Facebook para que mais pessoas entendam a importância do uso adequado de cintos de segurança e assentos especiais para crianças no carro. Pode ser a diferença entre a vida e a morte.

Fonte: Newsner
Advertisement