Pessoas que odeiam malhar são mais inteligentes, de acordo com a ciência.

- julho 29, 2018


Segunda-feira outra vez. Dia de acordar cedo e ir para a academia. Certo? Errado. Se você é do tipo que entra em pânico com a simples possibilidade de sair para uma caminhada, provavelmente você pode ser mais inteligente do que a média.

Um novo estudo, publicado no Journal of Health Psychology, analisou 60 alunos. A pontuação de metade deles acusou uma “grande necessidade de esforços cognitivos” (ou seja, eles precisavam pensar mais).

Os alunos usaram  “rastreadores de atividade física”  por uma semana. Durante o fim de semana, todos os membros do grupo registraram quantidades equivalentes de atividade física.

Já ao longo da semana, os rastreadores dos alunos com “maior atividade cognitiva” marcaram muito menos atividade física.



É lógico que os 60 alunos são uma amostragem muito pequena. Uma das possíveis explicações é que, segundo pesquisas anteriores, pessoas com menor exigência de cognição se entendiam mais facilmente.


Com isso, elas tendem a mudar mais de ambiente para conseguirem variar os estímulos que recebem. Já os “nerds” clássicos conseguem se distrair internamente por mais tempo.

Então, se você tem uma mente ativa, mas não gosta muito de malhar, tudo bem – aparentemente isso é muito natural.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Informações:Fãs da Psicanalise
Advertisement