Mais evidências mostram que fumar maconha aumenta riscos de os dentes caírem.

- agosto 19, 2018


Fumar maconha regularmente aumenta o risco de ter gengivite e também de fazer seus dentes caírem, segundo uma nova pesquisa.

Esse é o estudo mais recente a estabelecer uma ligação entre a maconha e a saúde bucal no momento em que os pesquisadores tentam compreender a droga, que é agora legal em mais de metade dos Estados Unidos. O estudo realizado pela Columbia University fez o experimento com mais de 500 usuários recreativos de maconha.


Aqueles que relataram fumar maconha regularmente eram mais propensos a terem sinais do transtorno de saúde oral do que aqueles que disseram que eram apenas usuários ocasionais. Os autores do estudo apontam que sua pesquisa deve ser um sinal de alerta de que leis sobre a maconha podem ter implicações graves para a saúde bucal. Os Pesquisadores da Columbia University analisaram dados de 1.938 adultos que participaram da Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição 2011-2012 do Centers for Disease Control, administrada em colaboração com a Academia Americana de Periodontia.

 

Aproximadamente 27% dos participantes relataram fumar maconha pelo menos uma vez durante os 12 meses. Os resultados, publicados no Journal of Periodontology, revelaram que usuários assíduos de maconha tinham evidências significativamente maiores de gengivite do que usuários menos frequentes. A gengivite foi avaliada através da medição do espaço entre os dentes e seu tecido gengival circundante. Gengivas saudáveis ​​acomodam um dente confortavelmente com não mais de 3 milímetros entre o dente e a gengiva. Espaços maiores que isso sugerem a gengivite.



O autor do estudo Dr. Jaffer Shariff suspeitou de uma ligação entre o uso frequente de cannabis e gengivite quando trabalhava como dentista em Nova York. Ele disse: “É bem sabido que o uso frequente de tabaco pode aumentar o risco de doença periodontal, mas foi surpreendente ver que usuários de cannabis recreativos também podem estar em risco”. “Mesmo com controle de outros fatores ligados à doença das gengivas, como o tabagismo, frequentemente fumantes de cannabis recreativas são duas vezes mais propensos que os usuários não frequentes a terem sinais de doença periodontal”, completou.



Comentando o estudo, Ian Hamilton, pesquisador da cannabis da Universidade de York, disse: “Isso confirma as descobertas de estudos anteriores que sugerem que as pessoas que usam cannabis têm menos probabilidade de escovar os dentes ou visitar um dentista regularmente”. “Além disso, combinar a redução da excreção de saliva com o aumento do apetite comumente relatado também é um aspecto importante considerado no risco de gengivite para as pessoas que fumam maconha.”,  finalizou.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]
Advertisement