“O que fazer se o filho não quer estudar” – por Içami Tiba.

- outubro 24, 2018



A página de Içami Tiba no Facebook, hoje administrada por seus filhos, publicou um vídeo excepcional do nobre pensador que tanto abordou temáticas de valor, especialmente aos pais.

Eles fizeram uma compilação de frases, que fazemos aqui reproduzir:

• Quanto custa um filho quando repete de ano? O cálculo não é somente matemático, mas também afetivo.

• Ninguém constrói por uma pessoa o que ela não constrói dentro de si.

• O filho vai precisar de conhecimento, de informação. Mas para vencer na vida terá que ter COMPETÊNCIA. Para ter competência, ele precisará querer “aprender sempre”. Não adianta fazer bem uma coisa e ficar parado ali, sempre repetindo a mesma coisa: é preciso evoluir. Temos também que dar “gosto pelo estudo”, pois o filho não sabe ainda o quanto isso fará falta na vida futura dele. Tem que ser “íntegro”, não adianta ficar mentindo que todo mundo foi mal etc, tem que falar a verdade: que não foi aprovado porque não fez o que deveria. Além de tudo isso, para ter competência, precisa ter “disciplina”: não adianta a pessoa ser inteligente se não tiver disciplina porque se a inteligência não for colocada em prática através da disciplina também não se formará a competência. E o mais importante de tudo é a “ética, integridade, legitimidade”.

• Ninguém repete no último mês do ano. A “repetência” já se faz manifestada logo no começo do ano. O erro não está só no filho que não toma providências e vai repetir de ano. O erro está em quem delega poderes e não cobra os poderes delegados.

• Infelizmente, para quem não tem educação, a cobrança entra por um ouvido e sai pelo outro. Mas se os pais cobrarem, o filho não fizer nada e depois os pais não tomarem nenhuma atitude com relação a isso, não adianta cobrar.

• Para poder cobrar tem que haver uma combinação prévia. Se o filho não sabe o que deve, como os pais irão cobrar? Tem que haver uma relação de compromisso e se o filho não cumprir o compromisso desde o começo do ano ele irá repetir mesmo. Se repetiu um ano, os pais não devem esperar que o filho “aprendeu” e no ano seguinte fará de forma diferente: não é errando que se aprende! É corrigindo o erro que se aprende!

AMAR NÃO É SÓ CRIAR. AMAR É EDUCAR e EDUCAR É PREPARAR PARA A VIDA!!!

Fonte:  bemmaismulher

Advertisement