China cria primeiro apresentador de jornal não-humano do mundo usando inteligência artificial.

- novembro 16, 2018


A Xinhua – uma agência de notícias de propriedade oficial do governo da China, a maior do país – criou dois jornalistas virtuais usando inteligência virtual.

A novidade surpreendeu ao revelar um apresentador virtual de TV que apresentará os telejornais nacionais da emissora de forma natural e em duas línguas: mandarim e inglês. A empresa usou modelos em 3D para copiar expressões, características e aparência de dois apresentadores humanos da própria empresa, além de também copiar suas vozes.

O novo repórter virtual agora será o âncora do principal telejornal da Xinhua. Apesar de muitos imaginarem que seu comportamento seria falso, a imagem parece bastante natural e busca trazer realismo aos telespectadores de forma impressionante.

A agência declarou oficialmente à imprensa mundial que a grande vantagem de um apresentador virtual é seu uso em notícias urgentes de última hora, podendo “ele” estar de prontidão 24 horas por dia. Além disso, a Xinhua comentou que o repórter virtual já está integrado oficialmente ao time de jornalistas da empresa.

Ainda segundo a agência, um dos pontos positivos é a “diminuição de custos associados a âncoras humanos, já que ele pode trabalhar 24 horas por dia”, afirma.

Alguns se preocuparam se os apresentadores humanos perderiam seus empregos, mas a agência é categórica em afirmar que os âncoras virtuais vão fazer parte do jornal apenas lendo algumas notícias e interagindo com o público, ficando o trabalho jornalístico padrão a cargo dos funcionários humanos da empresa.

Confira o vídeo abaixo:


Advertisement