Garoto convida garota para festa; Mãe ao ouvir a resposta da garota, desaba em lágrimas.

- dezembro 04, 2018




Como pai de uma criança deficiente, é comum imaginar como será sua vida à medida que crescerem e seus colegas começarem a alcançar certos objetivos. A mãe de uma aluna do 10º ano com síndrome de Down ficou de coração partido ao ouvir que seu filho foi rejeitado depois que ele pediu a um colega de classe para ser seu par para um baile da escola.

É um daqueles momentos em que como pais de uma criança com síndrome de down, você percebe em como o mundo os vê com outros olhos.

Felizmente, as diferenças não é algo que incomoda à todos. Quando Kylie Fronius ouviu o pedido de Daniel Rivas ser rejeitado, ela decidiu então ligar para ele e convidá-lo para um encontro. Kyle realmente acredita que pessoas com síndrome de down, e outros problemas, não são danificadas ou "inferiores" como muitas pessoas os tratam.

"Eu os vejo como pessoas normais com um diferente ponto de vista do mundo e diferente processo de aprendizagem," disse ela em entrevista. Ela explica que vê as pessoas com deficiências da mesma maneira que vê as outras pessoas, mas com desafios e características únicas. Ela usou a entrevista como uma oportunidade para educar as pessoas sobre a síndrome de down, que é um distúrbio genético capaz de causar atrasos intelectual e no desenvolvimento.

A mãe de Daniel, Tony, desabou em lágrimas quando ela soube que Kyle queria que ele o acompanhasse ao baile da escola. "Palavras não são o suficiente para descrever como estou emocionada," ela disse.

O canal de notícias local se comoveu com a história de Kyle e Daniel e decidiu tornar o baile de volta às aulas ainda mais especial.

A equipe apareceu na escola no dia do baile e explicou por que eles decidiram ir até lá.

A primeira surpresa da noite começou com Kyle e Daniel sendo levado por um Rolls Royce alugado pela equipe de reportagem. Eles foram então conduzidos a um jantar extravagante em um restaurante chique antes de serem levados para a escola. Na entrada, um tapete vermelho os esperava, e os dois passaram o resto da noite dançando e se divertindo muito.

O Que Saber Sobre a Síndrome de Down

Estima-se que uma em cada 1000 crianças nascem com síndrome de down. Embora a síndrome de down resulte em cerca de 17.000 mortes todos os anos, muitas crianças nascidas com síndrome de down crescem e vivem vidas bastante produtivas. A gravidade do distúrbio varia; algumas pessoas experimentam apenas atrasos intelectuais leves, enquanto outras requerem assistência permanente à vida.

A boa notícia para pais de crianças com síndrome de down nos dias de hoje, é que existem diversos recursos e assistência disponíveis para ajudá-los a desenvolver e prosperar o máximo que puderem.

Não existe uma cura ou causa direta relacionada ao desenvolvimento da síndrome de down, mas a idade da mãe tem se mostrado ser uma grande ligação ao aumento do risco. Mães na faixa dos vinte anos possuem menos chances, enquanto as mães nos 30, 40 e 50 são as mais propensas à ter um filho com síndrome de down.

Sonho de Mãe

A mãe de Daniel se emocionou pela bondade de Kyle, pois a fez perceber que a felicidade do filho não está atrelada à suas deficiências. As atitudes de Kyle mostraram que as pessoas podem não apenas evitar julgamentos, mas também fazer a sua parte em tratar Daniel com igualdade e o incluir em suas vidas.

Kyle e Daniel são símbolos dede esperança para os pais de filhos que possuem síndrome de down e se preocupam em como seus filhos irão se encaixar na sociedade que infelizmente rejeitam e maltratam tanto aqueles que são diferentes.

Como você faz para ser mais inclusivo para com pessoas com necessidades especiais? Diga-nos sobre os seus atos de bondade nos comentários!


Fonte: apost
Advertisement