Os Jogadores de Basquete Pararam a Partida Quando Viram O Público Tirando Sarro da Líder de Torcida.

- dezembro 04, 2018




Histórias de inspiração e compaixão são muito comoventes. Um grupo de jogadores de basquete do ensino médio parou o jogo para defender uma colega com Síndrome de Down.

Desiree Andrews é uma líder de torcida. A sua equipe estava se apresentando quando o público começou a tirar sarro dela. Três jogadores de basquete notaram o que estava acontecendo e decidiram tomar uma atitude.

Scooter Terrien, Chase Vasquez, e Miles Rodriguez deixaram a quadra com a partida ainda acontecendo. Eles caminharam até ao diretor de esportes e perguntaram se ele podia fazer algo para que a platéia rude parasse de intimidar Desiree. Os jogadores disseram estar muito tristes com aquela situação.

Eles decidiram que seria melhor defender o que é correto do que continuar a partida.

Muitas pessoas notaram aquela ousadia, incluindo Cliff Andrews, pai de Desiree. Ele não conseguiu conter a sua emoção e ficou em lágrimas enquanto agradecia aos três jogadores da oitava série por aquela bela atitude.

Cliff disse que a famosa série de televisão, "Glee", deu a Desiree a inspiração que ela precisava para entrar em uma equipe de líderes de torcida. "Glee", estrelado pela personagem, Becky Jackson, uma estudante com Síndrome de Down que também era uma líder de torcida em sua escola.

Os jogadores de basquete agora têm um ótimo relacionamento com Desiree. Eles até mesmo apelidaram o ginásio de "D's House.' As autoridades da escola disseram que existiam até mesmo conversas sobre a criação de uma faixa da 'D's House'.Além disso, Desiree cumprimenta cada jogador com um high-five antes de cada jogo começar.

O espírito escolar melhorou desde aquela demonstração de bondade.

O gesto dos jogadores mostrou uma mensagem--não apenas sobre os problemas do bullying, mas também sobre a importância da aceitação de todos. De acordo com essa geração, Deus fez todos iguais, e sendo assim, todos devem ser tratados da mesma, e respeitosa, maneira.

Certifique-se de compartilhar este artigo para mostrar que ainda existem pessoas boas neste mundo. Gostaríamos também de conhecer a sua opinião. Depois de assistir ao vídeo, o que você achou da atitude dos jogadores? O que você ensina a seus filhos sobre o bullying e a inclusão? Diga-nos o que você acha!




Fonte: apost
Advertisement