Pais se recusam a abortar seu bebê "deformado" – 2 anos depois sua transformação comove o mundo.

- dezembro 02, 2018


A chegada de um bebê sempre traz muita alegria para a família, especialmente quando ela é tão desejada e esperada.

Durante a gravidez, muitos problemas podem surgir, e é por isso que as mulheres grávidas devem tomar algumas precauções sugeridas pelo médico ou estar em constante revisão médica para que tudo corra bem.

No entanto, embora seja verdade às vezes, mesmo quando todas as medidas necessárias são tomadas, as coisas nem sempre funcionam como desejado.

Foi o que aconteceu com Sara Heller e seu marido Chris com seu pequeno Brody. Na 24ª semana de gravidez, eles receberam uma notícia que mudou tudo, exceto o amor que sentiam por seu bebê.
Um ultra-som revelou que o bebê estava com complicações, então os médicos sugeriram que o casal fizesse um aborto ou escolhesse o que fazer.

A criança tinha uma fissura labiopalatal, o médico disse ao casal que essa malformação causaria problemas de saúde no futuro, sem mencionar que a deformação era muito perceptível em sua face.
Com a recomendação dos médicos de interromper a gravidez, os futuros pais se agarraram a uma única decisão, a mesma que tinham em mente desde que souberam que seriam pais.

Sara e Chris se recusaram terminantemente a interromper a gravidez, não se importavam com a aparência do bebê e estavam dispostos a não desistir para dar uma boa vida a ele e que ele pudesse aproveitar disso como qualquer outra criança.
A experiência foi difícil e por isso decidiram espalhar sua história na internet para sensibilizar o mundo e conscientizar sobre as deformações com as quais alguns bebês podem nascer.

"É incrível sentir-se tão orgulhosa de uma criança, não importa as condições, queríamos mudar a imagem que temos dos exames de ultrassonografia de um recém-nascido em nossas redes sociais", disse Chris.

Os pais estavam cientes do ótimo trabalho que estava acontecendo.

"Nossa maior preocupação é que ele não pudesse comer, beber, sorrir e até mesmo respirar bem porque os lábios e o paladar fendidos poderiam dificultar", disse Sara.

Os pais comentam que, quando saíam para passear, algumas pessoas curiosas vinham perguntar sobre a condição do bebê, queriam saber o que havia acontecido com seu rostinho. Com educação e integridade inabalável, ambos respondiam.

"Buscar confrontos teria sido muito desgastante, então preferi a educação porque é assim que quero que Brody atue no futuro. Eu também quero que ele seja o advogado de jovens com a mesma condição e que não tenham voz própria”, acrescentou Sara.

Mas também houve muitas pessoas que ofereceram sua ajuda para melhorar a condição da criança, até mesmo o casal contou uma experiência que viviam em um restaurante quando um estranho lhes entregou um papel dobrado e acabou por ser um cheque de 1000 dólares,  além de uma carta que dizia: "Para esse lindo bebê".
Esse dinheiro era parte do que eles precisavam para reconstruir o rosto de Brody porque o tratamento que ele tinha que sofrer era muito caro.

Quando a história dessa família se tornou viral, muitas pessoas se ofereceram para ajudá-las.Agora ele está se recuperando rápido o suficiente, o pequeno é um guerreiro completo.

Possivelmente, mais tarde, ele terá que passar novamente por uma cirurgia, mas esses pais não desistem e continuarão até que consigam dar a seu filho uma vida melhor. Agora o pequeno Brody tem dois anos e parece muito diferente. Ele continua sendo uma criança linda e feliz, muito amada por seus pais orgulhosos.

Sem dúvida, essa é uma história que nos move e nos deixa como uma lição de que as segundas oportunidades para crianças como Brody são o que este mundo precisa. Fé é algo que nunca deveria ser perdido, você não acha?
Esperamos sinceramente que a próxima cirurgia seja tão bem-sucedida quanto a primeira, a melhor para essa linda família.

Fonte: viralistas
Advertisement