Visitantes de zoológico na China apedrejam canguru até a morte na tentativa de fazê-lo pular.

- janeiro 29, 2019


 Visitantes de um zoológico localizado em Fuijian, sul da China, apedrejaram um canguru até a morte na expectativa de vê-lo pular.


O animal foi ferido em diferentes ocasiões até que sofreu uma hemorragia renal e morreu. Após o incidente, que é comum no país, o zoológico resolveu instalar câmeras de segurança para evitar novas agressões aos animais, segundo informações do site do jornal El País.



Na China é comum que os visitantes de zoológicos provoquem os animais com a ajuda de pedras e tijolos. Uma cerca de apenas um metro de altura separava os curiosos dos cangurus.

A vítima foi um canguru macho de apenas cinco anos. No entanto, esta não é a primeira vez que algo do tipo acontece. Em fevereiro de 2018, um canguru fêmea de 12 anos também foi apedrejado até a morte no mesmo zoológico, de modo que sofreu uma ferida grave na pata e morreu devida a uma hemorragia provocada pelas pedradas. A vítima mais recente sofreu ferimentos semelhantes.


De acordo a imprensa chinesa, o número de cangurus em exibição foi reduzido no zoológico. Estes agora costumam ficar ativos entre as 8h e 10h, e 15h e 17h. Então, depois que se alimentam, permanecem deitados embaixo de uma árvore.



Além dos cangurus, outros animais costumam sofrer com a presença humana. Os ursos e macacos do zoológico, por exemplo, normalmente têm problemas intestinais devido a comida inadequada oferecida pelos visitantes – que insistem em dar alimentos.


 

Outros zoológicos na China também tem os maus-tratos como algo habitual. Em 2017, por exemplo, uma briga entre acionistas e administradores de um zoológico no país, resultou na morte desnecessária de um burro, que foi jogado vivo dentro de um lago para que tigres o devorassem. A cena foi capturada em vídeo pelos visitantes e divulgada nas redes sociais. À época, o Jornal Ciência relatou o lamentável ocorrido.



[ Fonte: El País ]

[ Fotos: Reprodução / El País ]
Advertisement