Homem joga cachorro pela janela da Igreja no DF e vizinhos gravam animal ferido.

- fevereiro 09, 2019


Um cachorro foi arremessado da janela de uma igreja em Ceilândia, no Distrito Federal, O animal, que caiu de uma altura de 18 m, quebrou dentes e as duas patas dianteiras, segundo o Batalhão Ambiental da Polícia Militar. O suspeito é homem de 46 anos.

 O cão, chamado Olavo, está internado em uma clínica veterinária e aguarda para ser operado.

A Polícia Militar tomou conhecimento da ocorrência pelas redes sociais. O Batalhão Ambiental foi até a igreja um dia após o crime e identificou o suspeito de jogar o cachorro pela janela. O homem, que não teve a identidade revelada, não é dono de Olavo e já cumpria pena alternativa pela Lei Maria da Penha. A reportagem não conseguiu contato com o suspeito.

"Esse autor trabalhava em uma obra do prédio. Nós também conversamos com  duas testemunhas que afirmaram ter visto o homem jogando o animal. O suspeito foi autuado, depois foi feito um termo circunstanciando de ocorrência, e o caso foi encaminhado ao Ministério Público", informou o major Souza Júnior.

O Ministério Público informou que deve ouvir o homem nos próximos dias para dar andamento no processo. A pena para maus-tratos de animais varia de três meses a um ano de prisão e multa de um a 40 salários mínimos.




"Onde tem bicho apanhando também pode ter mulher agredida", diz Luisa Mell Homem acusado de enterrar cachorro vivo em Alagoas é indiciado pela polícia, O estado de Olavo é estável. O animal toma remédios diariamente para dor, mas precisa de um procedimento cirúrgico-ortopédico, já que quebrou as duas patas dianteiras.

Ao UOL, a clínica informou, que após uma "vaquinha", conseguiu arrecadar o valor da cirurgia, que custa R$ 4.675.

Mas, o animal só vai ser operado após passar por tratamento contra carrapatos.

A advogada de direito dos animais Ana Paula de Vasconcelos se voluntariou para acompanhar as questões judiciais do caso. Segundo ela, Olavo era um animal de rua, mas sempre foi bem tratado por membros da igreja e vizinhos.

"É um milagre ele estar vivo. Esperamos que o homem, que negou ter feito essa maldade, tenha uma punição à altura do que crime que ele cometeu. Ficamos muito felizes com a vaquinha. Depois da cirurgia, ele já tem uma casa onde vai ser cuidado com muito amor", disse a advogada.

Vídeo.



Fonte: Uol.
Advertisement