“De nada vale uma casa bonita, se ela não estiver cheia de pessoas que se amam…” – Padre Fábio de Melo

- março 17, 2019




“É muito bom ter dinheiro e bens financeiros que nos proporcionem conforto e alegria, mas se não tivermos com quem celebrar essas coisas, a vida não faz tanto sentido assim. Somos muito mais felizes quando estamos perto de pessoas que amamos e nos amam de volta.”

Quem de nós nunca pensou em ter uma casa grande, com tudo aquilo a que tem direito?! Os móveis e eletrônicos do momento, uma geladeira bem grande para caber tudo aquilo que gostamos de comer, uma piscina para nos divertimos com os amigos e família, uma churrasqueira, enfim, tudo o que torna nossas vidas mais agradáveis.


Esse é o sonho de muita gente. No entanto, podemos ficar tão presos nesses desejos que acabamos por nos esquecer de uma das maiores verdades da vida!

“É muito bom ter dinheiro e bens financeiros que nos proporcionem conforto e alegria, mas se não tivermos com quem celebrar essas coisas, a vida não faz tanto sentido assim. Somos muito mais felizes quando estamos perto de pessoas que amamos e nos amam de volta.”

Podemos ser muito ricos e ter tudo o que desejamos, mas se vivemos em uma casa onde há muitos conflitos e as pessoas, que deveriam ser aquelas que nos amam e apoiam acima de tudo, fazem questão de mostrar que não se importam conosco, nunca nos sentiremos realmente completos.

Uma frase do Padre Fábio de Melo resume muito bem essa verdade:



“Há um jeito muito rico de ser pobre, há um jeito muito pobre de ser rico, o que nos faz homens e mulheres de verdade é o quanto fomos capazes de amar e ser amados. De nada vale uma casa bonita, se ela não estiver cheia de pessoas que se amam.”

Fonte:O Segredo/Luiza Fletcher

Advertisement