Pessoas com menos amigos não são solitárias, são gênios!

- março 28, 2019




Você tem um (talvez dois) melhores amigos que são a sua vida inteira. Você não é uma pessoa de “grupo de amigos”. Não consegue acompanhar tudo isso.

Não é que você seja antissocial, você é seletivamente social. Principalmente porque fofocas e conversa sem propósito deixam você estressado demais – você precisa de conversas mais profundas para se sentir vivo, e não há muitas pessoas que podem proporcionar-lhe esse mergulho profundo.


Manter amizades é uma luta constante para você. Alguns dias você pode falar por horas com seus amigos, mas, às vezes, você não é tão bom em responder mensagens e conversar por ligações. Não é pessoal, parece ser apenas a maneira como você foi programado para ser.


Em um artigo no The Washington Post, Carol Graham, pesquisadora do Instituto Brookings, que estuda a economia da felicidade, disse: “As descobertas sugerem (e não é surpresa) que aqueles com mais inteligência e capacidade de usá-la…  são menos prováveis a passarem tanto tempo socializando, porque estão focados em algum outro objetivo de longo prazo.”

Soa familiar?

Aqui está um ponto, você se conecta facilmente às pessoas, esse não é o problema. Você apenas achou difícil a manutenção desse contato – você provavelmente odeia celular porque é intrusivo e afasta sua mente de tudo aquilo em que você está focado profundamente (e você está sempre focado profundamente em algo).

Sua mente não muda de direção facilmente. Ouvir uma coisa e ver outra coisa diferente é apenas mais entrada sensorial em cima de tudo o que já está acontecendo em sua cabeça.


É por isso que às vezes você não quer socializar – prefere usar esse tempo para atingir seus objetivos. Mas não é porque não gosta das pessoas – é pelo contrário. Você não gosta das barreiras que coisas como fofocas criam entre as pessoas e tenta evitá-las a todo custo.

Um estudo recente publicado no British Journal of Psychology, diz que as pessoas inteligentes agem melhor com uma quantidade menor de amigos. “Pessoas mais inteligentes experimentam menor satisfação com a vida com socialização mais frequente”, afirmou o estudo. Pense sobre todas as coisas que deseja descobrir ou alcançar. À medida em que a interação social frequente prejudica a busca desses objetivos, isso pode afetar negativamente sua satisfação geral com a vida.


Basicamente, você é incrivelmente inteligente. E não deve deixar ninguém fazer com que você sinta que há algo de errado, apenas porque não gosta de socializar e prefere apenas ter alguns amigos íntimos com quem compartilha seu mundo inteiro.


Fonte:O Segredo/ Luiza fletcher

Advertisement