Psicólogo recomenda trocar de parceiro a cada 5 anos para ser feliz

- abril 22, 2019







O sonho de muitas pessoas é encontrar um parceiro romântico com quem compartilhar suas vidas. Vivemos alguns relacionamentos até encontrarmos a “pessoa ideal” e então fazemos planos para uma vida toda ao seu lado.

Infelizmente, nem todos os relacionamentos dão certo, e quando acontecem os términos, podemos nos sentir mal e acreditar que não somos bons o suficiente, ou que nascemos para estar sozinhos mesmo. Esse padrão de pensamento faz muitas pessoas perderem as esperanças no amor, mas aparentemente quando temos mais parceiros somos mais felizes

.
Em seu livro “Las gafas de la felicidad”, o psicólogo espanhol Rafael Santandreu, diz que acredita que os seres humanos não foram projetados para a monogamia, e que essa norma de estar apenas com uma pessoa a vida toda é o que ocasiona a grande maioria dos nossos problemas de relacionamento.
Em uma entrevista, ele disse: “Vivemos o amor sentimental como algo antinatural e o entendemos de maneira aberrante, e é por isso que funciona tão mal”.




Santandreu acredita que devemos trocar de parceiro a cada 5 anos para nos libertar das normas de relacionamento que nos foram impostas e aceitar nosso próprio poder de viver a vida como desejamos.
Ele diz que a monogamia sempre deu certo porque o homem é visto como o possuidor da mulher, e que a vida em casal que conhecemos é  “a vida de um mestre e um escravo”.


Ele aconselha as mulheres a buscarem sua própria liberdade nos relacionamentos:


“Somos muito reprimidos, principalmente a mulher. Nós pretendemos viver com uma tremenda limitação (quando se trata de intimidades). Com este novo modelo longe da monogamia, resolveríamos todos os problemas de ciúme ou dependência. A principal causa de suicídio no mundo é a falta de amor. A falta de amor! Não é perder o emprego ou uma doença grave” …
Certamente essa necessidade de trocar de parceiro a cada 5 anos também não tem nada de libertador, mas a proposta tem um ponto interessante nos fazer questionar sobre esse apego que temos com a necessidade de ser feliz com apenas uma pessoa.



Há pessoas que concordam e outras que discordam do pensamento de Santandreu, mas o que temos que manter em mente é que não há tempo certo para deixar um relacionamento. Se faz você feliz, ótimo, mas se não estiver feliz, deixe o apego de lado e liberte-se para que algo melhor possa entrar no seu caminho.



Não se prenda a nenhum relacionamento tentando consertar algo que claramente está perdido. Nem todas as coisas duram para sempre, então esforce-se para manter em sua vida apenas aqueles que valem a pena.


Você concorda com Santandreu? Comente abaixo e compartilhe com seus amigos!


Fonte:O Segredo
Advertisement