A barba dos homens contém mais bactérias que os pelos dos cães, é o que diz um estudo.

- maio 28, 2019


A barba em todas as suas formas e penteados sempre foi uma característica cultural, distintiva e elegante de homens em todo o mundo ao longo dos séculos. Que sejam só bigodes ou cavanhaque, ao longo dos anos, tornou-se cada vez mais difundida, tanto que é um dos pilares da moda atual.

De acordo com um estudo recente que comparou a carga bacteriana presente entre os pelos dos cães e a barba do homem, mais bactérias poderiam se aninhar no rosto de muitas pessoas do que realmente acreditamos.

Um novo estudo científico que está provocando controvérsia mostrou que a barba de um homem pode carregar mais bactérias do que os pelos dos cães. O estudo publicado na revista científica European Radiology  pelo professor suíço Andreas Gutzeit, teve como objetivo estabelecer se era higiênico ou não compartilhar algumas máquinas de saúde, como máquinas de ressonância magnética, com nossos amigos de quatro patas.

O experimento comparou a carga bacteriana de microrganismos patogênicos humanos em uma amostra de 18 humanos e 30 cães. Tudo foi então comparado com o nível de contaminação bacteriana de uma máquina de ressonância magnética usada por humanos e cães com outra usada apenas por pessoas.

Os resultados foram surpreendentes e os pesquisadores descobriram que substancialmente menos bactérias estavam presentes no scanner usado por ambas as partes de pesquisa do que nas máquinas usadas apenas por seres humanos. Depois de analisar a natureza da contaminação, os pesquisadores chegaram à conclusão de que era a barba dos homens que era a fonte das bactérias encontradas dentro dos scanners de ressonância.

Obviamente, estes são os resultados de uma pequena amostra que não é representativa dos homens que usam barba, e absolutamente não quer ser uma acusação ou mesmo dizer que elas sejam anti-higiênicas. Depende muito da limpeza e higiene pessoal que, como sabemos, pode ser muito diferente entre os indivíduos.

Fonte: olhaquevideo / Redação
Advertisement