Sono dos pais só se recupera 6 anos após nascimento do filho.

- junho 12, 2019








Quem está grávida costuma ouvir o conselho: "Aproveite para dormir agora, enquanto o bebê não nasceu". Pode parecer exagero, mas um estudo comprovou que o sono dos pais só retorna à qualidade e quantidade anteriores após 6 anos de nascimento do primeiro filho.

Segundo a pesquisa, as mães são as mais afetadas. Aos 3 meses após o parto, que é o pior nível, elas tinham um sono com nível de satisfação 1,81 menor (pontuação que poderia variar de 0 a 10) e duração de 62 minutos a menos. A amamentação foi associada com uma ligeira diminuição na satisfação do sono materno (0,72 pontos) e duração (14 minutos).

Já os pais tinham esse nível de satisfação 0,37 pontos menor, e 13 minutos a menos de duração, em média.

Tanto nas mulheres quanto nos homens, a satisfação e a duração do sono não se recuperaram totalmente por até 6 anos após o nascimento do primeiro filho.

O estudo foi feito com 2541 mães e 2118 pais e liderado por cientistas da Universidade de Warwick, na Inglaterra.



Como dormir bem após ter um bebê
Se você é mãe de um bebê, deve estar passando pelo momento em que dormir é luxo. A consultora de amamentação Andressa Bortolasso deu uma dica que pode ajudar para as mamadas noturnas: dormir enquanto o bebê está se alimentando. É claro que, para isso ser feito com segurança, precisa de algumas técnicas. Ela contou aqui neste artigo sobre o tema.

Colocar os pequenos para dormir cedo pode ser essencial para a qualidade de vida dos pais. Em um estudo, o grupo Growing Up In Australia provou que o esforço para as crianças dormirem cedo é válido, já que potencializa a saúde física e mental das mães. Quando os pequenos estão na cama, a mãe tem tempo para cuidar de si. Veja como colocar o pequeno para dormir mais cedo.

Se o problema é o sono agitado do bebê, separamos 11 truques para ele dormir tranquilamente durante a noite, e te deixar dormir também.




Via:Minha Vida/ Redação.
Advertisement