10 livros que irão ajudar seu filho na hora de dormir

- julho 11, 2019

Curta esse momento

É tão gostoso ler uma boa história pro seu pequeno antes de adormecerem. Isso os ajuda a terem uma noite mais tranquila e agradável.

A maioria dos pequenos ama ouvir histórias e quando o narrador é o papai ou a mamãe, então, nem se fala! E se o conto puder ser lido na cama da criança, melhor ainda. Com tudo isso, já deu para entender por que a meninada adora histórias antes de pegar no sono, né? “Esse pode ser um encontro muito gostoso em família; um ótimo momento de aconchego antes da hora de dormir, de encontro entre pais e filhos, que ficará marcado para sempre na memória”, destaca a psicóloga infantil Daniella Freixo de Faria, especializada em psicologia analítica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

O hábito de ler um livro para os baixinhos na cama estreita os vínculos familiares. “A história passa a ser um assunto comum entre os pais e a criança”, diz Daniella. Além disso, a prática contribui para que os pequenos se sintam ainda mais seguros e à vontade no seu quarto – facilitando o sono. “É um lugar de brincadeira, de descobertas e de encontro. Assim, pegar no sono ali se torna mais simples”, garante a psicóloga.

A dica para que o processo de adormecimento seja tranquilo é contar histórias leves e que se aproximem do cotidiano do filhote. Mais: torne esse momento o mais gostoso possível. “Na hora do sono, é fundamental que a criança já esteja relaxada, tranquila e aberta a recebê-lo”, comenta Daniella Freixo. Portanto, além da historinha, a dica da especialista é dar bastante carinho – com beijos e abraços, por exemplo.

Contando histórias

Eleger enredos que tenham a ver com o dia a dia do seu filho é importante para ajudá-lo a resolver conflitos e construir um repertório maior. E isso vale para qualquer idade: segundo Daniella Freixo, já nos primeiros anos de vida é possível despertar o interesse pelos livros. “Com crianças menores funcionam melhor histórias curtas; já com as maiores, é possível ler um livro mais longo, elas adoram!”, recomenda a psicóloga infantil.

A dica é escolher as historinhas junto com os pequenos. “Mostre as figuras e faça vozes. Quanto mais viva a história, mais interessada ficará a criança. A magia da leitura e de se viajar por meio dela é uma descoberta que podemos viver com nossos filhos”, assegura Daniella.

Selecionamos alguns livros que têm o propósito de ajudar a criançada na hora de pegar no sono e, de quebra, contribuir para o seu desenvolvimento e para os laços familiares. Veja a seguir:

Pequena Grande Tina, de Patricia Auerbach, Editora Cia. das Letrinhas

Você já se perguntou o que passa na cabeça de uma menina que está prestes a completar 4 anos? Nesta história lindamente ilustrada, a escritora narra os dilemas da pequena Tina, que só quer crescer mais um pouquinho.

Joãozinho quero-quero, de Lúcio Goldfarb, Editora Pólen Livros

Joãozinho é uma criança que tem de tudo. Quando ele fica triste, ganha brinquedos dos pais. Durante as férias no sítio de uma prima, Joãozinho descobre que brincar com outras crianças é mais divertido do que só ter brinquedos.

Perigosa Vida dos Passarinhos Pequenos, de Míriam Leitão, Editora Rocco

Conta a saga de pássaros que fazem uma revolta por não terem mais árvores para morar. Inspirada em fatos que ocorreram na fazenda da autora, essa fábula cativa leitores de todas as idades.

Histórias do Xingu, de Cláudio (1916-1988) e Orlando Villas Bôas (1914-2002), Editora Cia. das Letrinhas

Os escritores desta obra, que são irmãos, dedicaram boa parte da vida aos índios. Neste livro, voltado para crianças de 7 a 12 anos, foram incluídas lendas que eles ouviram nos anos que passaram na floresta.

O Menino que Chovia, de Cláudio Thebas, ed. Companhia das Letrinhas

O protagonista desta história é totalmente mimando. Toda vez que ouvia um não, ele chovia. O problema é que, de tanto trovejar, o personagem da história inunda a casa e acaba provando à família que não adianta realizar todas as vontades dele.

Os Lobos Dentro das Paredes, de Neil Gaiman, ed. Rocco

Lucy jura que existem lobos vivendo em casa, por causa dos barulhos estranhos que vazam das paredes. Se eles saírem, estará tudo acabado. Claro que ninguém acredita na menina, até o dia em que as criaturas realmente aparecem.

Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato

Publicado originalmente em 1931, o livro introduz o leitor no universo fantástico do Sítio do Picapau Amarelo. Narra as primeiras aventuras que acontecem no Sítio e apresenta Emília, a boneca de pano tagarela, Tia Nastácia, famosa por seus deliciosos doces, Dona Benta, uma avó muito especial, e sua neta Lúcia, a famosa narizinho.

Meu Pé de Laranja Lima, de José Mauro de Vasconcellos, Editora Globo

Este livro clássico já foi traduzido em mais de 32 línguas. Mostra como pobreza e problemas sociais são vistas sob os olhos de uma criança de seis anos.

A Bolsa Amarela, de Lygia Bojunga, Editora Agir

Retrata o processo e crescimento da personagem Raquel, além de mostrar o quanto o mundo adulto pode ser difícil para as crianças. A personagem entra em conflito consigo mesma e com a família ao reprimir três grandes vontades (que ela esconde numa bolsa amarela): a de ser gente grande, a de ter nascido menino e a de se tornar escritora.

O Fantástico Mistério da Feiurinha, de Pedro Bandeira, Editora FTD

Mostra o outro lado das histórias infantis entre príncipes e princesas. No enredo, a Branca de Neve reuni todas as colegas princesas para uma grande missão: encontrar princesa Feiurinha.

Fonte: abril

Fonte: claudia

Advertisement