Messi mobiliza equipe para oferecer comida grátis em noite fria.

- julho 11, 2019


Por:Hypeness

Não basta ser um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos, Lionel Messi é craque quando o assunto é ajudar os mais necessitados. O argentino mobilizou a equipe do Bar VIP Rosario, controlado pela família do atleta, para servir quentinhas às pessoas em situação de rua.

– Em noite mais fria do ano, Inter oferece ginásio e sopa para quem precisa

A onda de solidariedade é arma contra a rigorosa onda de frio que atinge a Argentina. “Nós fazemos frente ao cruel frio da noite, todos juntos!”, escreveu o estabelecimento nas redes.


“Se você conhece alguém que se encontre em situação de rua, convide-o a passar pelo Vip. Das 19h às 21h oferecemos um prato rico, abundante e, sobretudo, quentinho para todos poderem ir dormir cheios e com o coração feliz”, completou.

Leo. Craque dentro e fora dos campos

– Por que você pode suar frio e como se cuidar

O restaurante de Messi aproveitou para recolher agasalhos para doação. “Estamos recebendo casacos para que cada pessoa que precisar possa usar. Todos nós podemos ajudar”, encerrou.

Em Rosário, cidade natal de Messi, os termômetros chegaram aos 5ºC, de acordo com o Climatempo.

Gre-Nal

Porto Alegre proporcionou uma cena de união entre dois rivais. Internacional e Grêmio juntaram forças para ajudar pessoas em situação de rua. Os dois clubes recolheram alimentos, agasalhos e colchões para que as pessoas pudessem passar a noite no Ginásio do Gigantinho.



– Festival de Inverno de Piracaia reúne música, literatura e programação infantil

Foram 300 lugares, todos ocupados. O sopão contou ainda com a contribuição das torcidas organizadas de ambos os clubes. Também na sexta-feira (5), a capital gaúcha registrou temperaturas na casa dos 4ºC.

“Em uma ação inédita e que faz jus ao espírito solidário do Clube do Povo, o Sport Club Internacional, em parceria com a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, abre o ginásio Gigantinho para abrigar pessoas em situação de rua. Será oferecido um sopão, preparado pelas torcidas organizadas do clube”, disse o Internacional em nota.






Após denunciar a homofobia durante as Olimpíadas e se recusar a cantar o hino americano em prol dos direitos LGBT, a artilheira Megan Rapinoe acaba de se tornar também empresária. Ao lado das colegas de seleção Tobin Heath, Christen Press e Meghan Klingenberg, a jogadora anunciou o lançamento de uma marca de roupas sem gênero.


A empresa fundada pelo quarteto de atletas ganhou o nome de Re-inc e já está vendendo dois modelos de camisetas. As peças em algodão reforçado são estampadas com a frase “Liberté, égalité, défendez” e estão disponíveis em edição limitada nos modelos cropped (US$ 75) e oversized (US$ 125).


Poucos dias após o anúncio, as roupas já haviam se esgotado. Apesar disso, a empresa deve lançar novidades em breve.

“Ao longo dos próximos anos, nós iremos criar um sistema transformador de produtos e experiências de moda customizáveis para pessoas que buscam por uma autoexpressão audaciosa e design não-binário”, declara o site da marca. É esperar para ver.


Via:R7


Advertisement