Loja de cosméticos vende sabonetes em forma de coala e doará todos os lucros para Austrália.

- 4:20 PM


A Lush fez o sabonete 100% vegano e com óleos de hortelã-pimenta, capim-limão e eucalipto; todos os recursos provenientes das vendas vão direto para o fundo de solidariedade do Bush Animal Fund, destinado a cuidar da vida selvagem que sofreu os graves incêndios florestais no país.

Os incêndios florestais na Austrália estão diminuindo, é verdade – mas ainda assim – o saldo de perdas é realmente assustador, tanto por questões territoriais quanto pela vida dos animais que ficaram desabrigados ou morreram nessa tragédia que choca o mundo há meses. Por esse motivo, várias campanhas para arrecadação de fundos e doações de empresas privadas e também filantropos foram organizadas nas últimas semanas para tentar, de alguma forma, ajudar nesse grande processo de perda e terror gerados.


Nesse ponto a Lush, uma conhecida marca de cosméticos, decidiu contribuir com seu próprio e fazer sua própria campanha para arrecadar fundos: a loja fez um belo sabonete no formato de um coala. E o melhor? Todo o dinheiro das vendas será destinado ao Bush Animal Fund, um fundo de solidariedade especialmente criado para o cuidado de animais afetados pelos incêndios.


O produto, que chegou nas lojas em edição limitada, chama-se All The Wild Things, e foi lançado na última sexta-feira e já está em várias lojas da Lush ao redor do mundo com o preço médio de US$ 6,95.



De acordo com um comunicado de imprensa divulgado pela Lush, o sabonete é 100% vegano e é feito de três óleos: hortelã, capim-limão e – obviamente – eucalipto. Por que “obviamente”? Porque os coalas se alimentam principalmente de folhas de eucalipto, uma espécie de árvore que sofreu demais nos incêndios devido à sua alta inflamabilidade.

“Como somos uma empresa que se preocupa muito com animais, pessoas e o planeta, ajudar com fundos para a vida selvagem afetada por incêndios na Austrália é a coisa certa a fazer. Ao fornecer a contribuição dos compradores de sabão para as organizações de resgate de animais, podemos ter um impacto direto em suas vidas e no ambiente em que vivem.” falou Tricia Stevens, gerente de doações e campanhas éticas da empresa.

Esperamos que essas contribuições possam ajudar a aplacar os imensos danos causados ​​pelos incêndios, nem que seja fio por fio de esperança para que isso tudo passe logo.


Com informações UPSOCL, via:A Soma de todos os afetos
Advertisement