Com o Brasil em quarentena, 97 tartarugas-de-pente nascem em praias vazias de Pernambuco.

- 5:31 PM




O Brasil, assim como diversas nações ao redor do globo, está vivendo uma quarentena para tentar frear a disseminação do contágio do novo coronavírus. Com isso, ruas, parques e praias estão praticamente desertos, e o que já se vê é a natureza aos poucos restabelecendo seu equilíbrio e se impondo, linda e exuberante, como nunca deveria ter deixado de ser.

Em Pernambuco, mas especificamente na cidade de Paulista, 97 tartaruguinhas nasceram na praia e tomaram seu rumo a caminho do mar. O anúncio foi feito pela prefeitura da cidade e fez muito gente ver beleza em dias em que a tristeza e a desesperança insistem em tomar o protagonismo.

A eclosão dos ovos e o contato das tartarugas-de-pente com a água foram acompanhados por técnicos do Núcleo de Sustentabilidade Urbana do município, que monitora as tartarugas desde 2019.



O maravilhoso fenômeno do nascimento das tartaruguinhas não pôde ser acompanhado pela população, que têm sido orientada pelo Ministério da Saúde a ficar em casa, mas o momento foi registrado em fotos que vêm circulando nas redes sociais desde que foram divulgadas.

O trabalho do Núcleo de Sustentabilidade Urbana de Paulista já tornou possível que quase três centenas de bichinhos tenham nascido sãos e salvos neste ano.



“Ao todo, 291 tartarugas marinhas nasceram no litoral do Paulista em 2020, sendo 87 tartarugas-verdes e 204 tartarugas-de-pente. Desta vez, devido as medidas preventivas contra o novo coronavírus, a população não pôde acompanhar de perto o nascimento”, afirmou Herbert Andrade, gestor Ambiental do Paulista.


Redação CONTI outra. Com informações de Notícias Uol
Imagem de capa: Divulgação Prefeitura do Paulista- Pe
Advertisement