Guaidó acusa Maduro de ocultar dados sobre coronavírus na Venezuela.

- 9:19 AM


Líder da oposição afirmou que 81% dos hospitais públicos venezuelanos não têm sabão e  82% das famílias não recebem água encanada.

Presidente Maduro é acusado de comandar repressão

A crise econômica e social que vem assolando a Venezuela será agravada de forma brutal com a chegada do coronavírus ao país.

Leia mais: A Venezuela está preparada para combater o coronavírus?

Quem fez o alerta foi o autoproclamado presidente venezuelano, Juan Guaidó, reconhecido por 58 países, ao afirmar que 81% dos hospitais públicos venezuelanos não têm sabão e  82% das famílias não recebem água encanada.

Ele ainda ressaltou, nesta entrevista ao El Nuevo Herald, que o número total de leitos com respiradores em todo o país é de apenas 84. Segundo o líder opositor do presidente de Nicolás Maduro, o governo tem divulgado números bem abaixo da realidade.

"Hoje a ditadura reconhece 42 casos (o número oficial subiu para 70). Mas nós, não oficialmente, do observatório que gerenciamos, acreditamos que poderíamos estar falando sobre mais de 200 casos neste momento na Venezuela".

Guaidó exortou as Forças Armadas a auxiliarem os necessitados, deixando passar ajuda humanitária. Ele também aponta que o governo, além de ocultar números, tem perseguido jornalistas considerados opositores.

Via: noticias.r7
Advertisement