Medicamento japonês se mostra eficaz contra novo coronavírus.

- 12:41 PM


Remédio criado no Japão, utilizado no combate à gripe, deu resultados encorajadores nos pacientes testados

O medicamento japonês Favipiravir, desenvolvido pela farmacêutica Fujifilm Toyama Chemical, está se mostrando eficiente no tratamento do novo coronavírus (COVID-19), segundo testes realizados na China.

Os resultados foram encorajadores nos pacientes envolvidos, segundo o oficial chinês Zhang Xinmin, do Ministério de Ciência e Tecnologia, conforme reportou o site do The Guardian "Ele tem um alto grau de segurança e é claramente eficaz", disse ele durante conferência.

No Japão, médicos estão usando o remédio em estudos clínicos com pacientes que têm coronavírus com sintomas leves a moderados. Ainda não há dados oficiais sobre o uso em pessoas em estado mais grave.

Tratamento do coronavírus

Também conhecido como Avigan, o favipiravir foi criado em 2014, quando foi usado para combater o EbolaA medicação ajuda a impedir o processo de cópia do RNA, uma molécula que serve para o vírus se reproduzir nas células.

Segundo os ensaios clínicos relacionados ao novo coronavírus, depois de 4 dias, quem tomou o remédio não acusou mais o vírus no organismo. Quem não tomou está levando cerca de 11 dias para apresentar resultado negativo.

Além disso, o raio X também confirmou uma melhora nos pulmões em cerca de 91% dos pacientes que fizeram o tratamento. Lembrando que estudos recentes revelaram que o coronavírus pode afetar a capacidade pulmonar.

Remédio para coronavírus

Apesar dos bons resultados, o Favipiravir ainda não pode ser considerado um tratamento definitivo contra o novo coronavírus. Ele também não tem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Para ser liberado, ele precisa da aprovação do governo para uso em larga escala em pacientes com COVID-19. Isso porque, atualmente, ele se destina principalmente ao tratamento da gripe. Ainda não há previsão de quando isso pode acontecer.

Via: veja.abril
Advertisement