Grávida que deu à luz em coma por covid-19, acorda e abraça filha pela primeira vez.

- 8:55 AM





Angela Primachen, grávida de 27 anos que teve covid-19 entrou em coma devido a complicações do covid-19 e o seu parto teve que ser induzido pela equipe médica com ela desacordada.

O parto se deu no dia 1º de abril e apenas cinco depois a mãe acordou.

A mãe é russa e reside nos Estados Unidos. A bebê se chama Ava e nasceu saudável, sem sinais da covid-19. A mãe aguardou ansiosa até saírem os resultados dos exames e dessem negativo para poder se aproximar de Ava.

Ela comemorou a vitória nas redes sociais.

“Chorando agora! Estou livre da covid-19! E segurando minha menina nas mãos!”, escreveu Angela em seu perfil no Instagram.

História

Moradora da cidade de Vancouver, em Washington, Angela apresentou os primeiros sinais do vírus no 22 de março, quando estava com 33 semanas de gestação, informou com o KGW8.

Dois dias depois, com febre, ela fez exame para a covid-19 e deu positivo.

Angela teve que ser internada.

No dia 29 de março, muito fraca por causa dos sintomas da doença, os médicos acharam melhor induzir o coma, para que ela pudesse usar sua energia no combate à doença.

No 1º de abril eles induziram o parto com Angela ainda em coma.

Ao todo, ela passou 17 dias no hospital, dez deles entubada.

Determinação

Valente, a mãe disse que não teve medo.

“Quando você está doente, está apenas lutando pela vida. Meu foco não era o medo; era apenas superar isso”, escreveu Angela no Instagram.

Além de Ava, ela tem uma outra filha, Emily, de 10 meses.




Via:Revista Pazes, por:Só Notícia Boa
Advertisement