ONGs distribuem mil marmitas por dia a moradores de rua de São Paulo.

- 8:31 AM







Além do medo de contrair o coronavírus, os moradores de rua da região central da cidade de São Paulo enfrentam outra ameaça: a da fome. Com boa parte do comércio fechado e moradores isolados em casa, a população de rua, que depende de ajuda externa para conseguir coisas básicas, como comida, sabão e água, se vêem sem alternativas.

Na tentativa de amenizar essa situação, a ONG Novos Sonhos e o Instituto Ybi se uniram para entregar mil marmitas, todos os dias, na região central da capital paulista. O público atendido é formado majoritariamente por pessoas em situação de rua.

O jornalista e empresário Gabriel Prieto é um dos coordenadores da ação e voluntário na entrega das marmitas. Sócio de restaurantes na região central, como Holy Burger e Fôrno, Gabriel está acostumado a trabalhar como voluntário em projetos que envolva comunidades carentes no Brasil e no exterior. Dentre outras iniciativas, ele também faz parte da Novos Sonhos,  que existe há 9 anos e trabalha com distribuição de cestas básicas para famílias carentes, do centro de São Paulo, cadastradas na ONG.




Gabriel Prieto (à esquerda) é um dos voluntário na entrega de marmitas para população em situação de rua no centro de São Paulo.
Divulgação/ ONG Novos Sonhos


São cerca de 600 crianças atendidas pela ONG e, antes da quarentena imposta por conta da pandemia de coronavírus, a ação incluía, além da cesta básica para as famílias, aulas de balé, circo, skate, percussão, futebol, música e jiu-jitsu para essas crianças. "São todas da região da Cracolândia e boa parte moradores da favela do Moinho, uma comunidade perto da sede do projeto, no centro de São Paulo", diz ele.

Durante essas entregas de cestas básicas, a equipe de voluntários deparou-se com muitos pedidos de ajuda dos moradores de rua da região, que se queixavam de fome. Unindo esforços com o Instituto Ybi, montaram uma linha de produção de mil marmitas, que são entregues diariamentes, desde o início da semana passada, às pessoas em situação de rua.

Higiene e alimento

Com a pandemia, as aulas para as crianças foram suspensas, mas a entrega das cestas básicas para as famílias cadastradas se manteve. Somou-se a isso a distribuição das mil marmitas diárias aos moradores que habitam a região central. "Como atuamos no centro, percebemos de perto essa questão da fome. Na rua, com o isolamento, as instituições que acabam entregando comida, pararam de entregar. Então, as pessoas começaram a pedir comida para nós", explica Gabriel.

A ação conta com o apoio financeiro do Instituto Ybi, que arrecada as doações em dinheiro (quem estiver disposto a ajudar, tem mais informações no final deste texto). E a parte operacional, de confecção da comida e da entrega das marmitas, fica por conta da equipe de voluntários da Novos Sonhos.


Divulgação/ ONG Novos Sonhos



"Temos entregado as marmitas na região da Praça da Sé, a maioria fica ali, cerca de 650 entregamos só lá. O restante é distribuído na Cracolândia, nos viadutos da Praça 14 Bis e no Largo do Arouche. E aí dá um total de mil marmitas", afirma.

Com a ampla carência de recursos, a equipe aproveita uma torneira instalada pela prefeitura na região para auxiliar os moradores com a higiene das mãos.

"Distribuímos sabonete e detergente líquido, que arrecadamos na Novos Sonhos. É a senha para que possam retirar a marmita. Só pode levar a comida quem já lavou as mãos".

Ação coordenada

A ideia agora é ampliar o número de marmitas para atender o máximo possível da população carente que habita a região central da cidade. A ação das marmitas está organizada sob a Rede Social Centro, que concentra todas as ONGs cristãs que atuam no centro da capital paulista.

Quem quiser ajudar, pode entregar alimentos diretamente na sede da Novos Sonhos, na Alameda Cleveland, 484. Os organizadores aceitam doações de arroz, feijão, macarrão, molho de tomate, sal, açúcar e óleo, usados para preparar as marmitas.

Os que preferem fazer doações em dinheiro, podem entrar em contato direto com o Instituto Ybi ou depositar qualquer quantia na conta do Instituto: agência 0504-5, conta corrente número 46405-8, CNPJ 29.314.535/0001-19, banco Bradesco.


Via:R7
Advertisement