Petição online pede para que Auxílio-paletó de políticos sejam revertidos para compra de máscaras e luvas de proteção

- 9:09 PM





A petição foi postada em 28 de março por Valeria Z, no Ministério Público da União e quase 40 mil pessoas já votaram.

Na explicação Valéria escreve:

“Sabemos que os nossos enfermeiros, médicos, policiais e bombeiros precisam estar protegidos durante a pandemia do coronavírus para socorrerem as pessoas.

O auxílio-paletó pago aos políticos do Congresso Nacional e de 16 assembleias legislativas no Brasil custa R$ 63,1 milhões aos cofres públicos, por ano [1].

Esse mesmo valor poderia comprar 5,2 milhões de máscaras e 450 mil caixas com 100 luvas descartáveis [2] para proteger os nossos heróis, que estão na frente de batalha contra o coronavírus.



Todos precisam fazer a sua parte, especialmente, direcionando esse dinheiro público para as necessidades emergências do país”. Finaliza.



Para assinar a petição, se estiverem de acordo, é só entrar no site clicando no link a seguir: Auxílio-paletó de políticos precisa virar máscara e luvas de proteção.

Essa petição é coerente pois, quando tiramos de quem tem muito e direcionamos para quem precisa, estamos fazendo o certo, o que é direito.

Políticos não deveriam ganhar tanto dinheiro como ganham, nem ter tantos benefícios as nossas custas. Nós passando por diversas dificuldades, enquanto eles gozam de infinitos privilégios.



NÃO DEVEMOS MAIS COMPACTUAR COM ESSA DESIGUALDADE E FAVORECIMENTO POLÍTICO.

Precisamos que esse tipo de “vantagem” seja cortada pela raiz, ainda mais agora que vivemos uma crise e que precisamos do dinheiro para ajudar não só os profissionais da saúde e os hospitais, mas também os pequenos empresários.

Assinem a petição e ajudem a direcionar o dinheiro para uma causa mais nobre do que os bolsos dos paletós dos políticos! Afinal, os cortes sempre acontecem em locais que atinjam diretamente os trabalhadores e os mais necessitados, não vemos, nem em tempo de crise, os políticos votarem para baixar os próprios salários, ou para cortar gastos supérfluos, como auxilio moradia, sendo que a maioria deles possuem casa própria.

Destinemos esses recursos para quem precisa realmente!

*Foto: Divulgação/arquivo/Só Notícias/Gazeta Digital

Via:Seu Amigo Guru

Advertisement