Menino de 12 anos encontra lar adotivo perfeito com família que se recusou a desistir dele.

- 7:23 PM


 

Quando Dominique e Kevin Gill, de Nashville, Tennessee (EUA), decidiram se oferecer como lar temporário para crianças em situação de vulnerabilidade, eles não tinham a intenção de adotar.


Mas quando um menino chamado Andrew entrou em suas vidas em 2018, algo mudou. O casal não pôde deixar de se apaixonar por ele – mesmo quando ele tentou afastá-los.





Antes de vir morar com os Gills, Andrew esteve no sistema de adoção temporária por quatro anos. Sua mãe e seu pai biológicos perderam seus direitos parentais quando ele tinha 6 anos, e ele era o único irmão entre cinco que não foi adotado imediatamente. Quando conheceu Dominique e Kevin aos 10 anos, estava compreensivelmente zangado.


“Durante sua primeira semana conosco, ele se sentou em seu quarto com a porta fechada e olhou fotos antigas. Ele não queria falar”, disse Dominique à imprensa local. “As pessoas liam seu arquivo e se assustavam. Mas eu sabia que ele era uma boa criança que havia passado por muitos traumas”.



 

Um dia, seu irmão adotivo Joc perguntou se ele queria jogar videogame. Andrew concordou, e os dois se uniram pelo interesse comum.





Aos poucos, a amizade de Joc ajudou Andrew a se abrir mais. Nos dois anos seguintes, ele se abriu para sua família temporparia. Então, quando duas tentativas de adoção definitiva não funcionaram, Dominique e Kevin interpretaram isso como um sinal.


Em junho, eles surpreenderam o garoto de 12 anos pedindo-lhe que se juntasse à família para sempre. Claro, Andrew disse que sim!





“Inicialmente, nossa mentalidade era que o ajudaríamos até que ele encontrasse seu lar definitivo”, disse Dominique mais tarde. “Mas depois que a segunda adoção não deu certo, percebi que Deus colocou Andrew em nossas vidas por um motivo. Deus garantiu que a adoção não desse certo para que ele pudesse voltar para nós.”




 



Andrew tornou-se oficialmente um Gill em julho! Embora ele possa ter uma aparência diferente de seus pais, irmão e irmã, tudo o que importa para eles é que se amam.


“O amor não tem cor. (Andrew) é nosso filho, assim como Joc é nosso filho ”, disse Dominique. “Ele é parte de nós.”





***

Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Inspire More.

Fotos: Reprodução/Facebook.

Advertisement