Cesar Filho, com Covid-19: "Deu boa piorada, mas dias críticos passaram", diz mulher

- 3:26 PM



 

Elaine Mickely, mulher do apresentador Cesar Filho, de 60 anos, usou o Stories do Instagram para atualizar os fãs sobre o estado de saúde do marido e o seu - o casal foi diagnosticado com Covid-19 no final de janeiro. Ela contou que testou positivo três dias após Cesar e que os filhos do casal, Luigi e Luma, não foram contaminados.

"O Cesar passou por uma fase muito difícil no começo, teve uns três ou quatro dias com dores fortes e intensas no corpo, com mal-estar e indisposição muito forte. Depois, ele deu uma melhorada", lembrou. "Aí quando eu piorei, ele deu uma melhorada. São muitas sensações estranhas, muitos altos e baixos com muita preocupação ao mesmo tempo. Angústia e insegurança", desabafou.


Elaine contou que na última segunda-feira (8), ela teve uma melhora - mas ele regrediu. "O Cesar também deu uma boa piorada, ele estava bem no final de semana  e eu que não estava. Na segunda, ele acordou com tosse, que, obviamente, gera um desconforto muito grande para você respirar e puxar o ar", explicou.

A atriz contou que foram feitos exames de sangue e uma tomografia. "A tomografia deu ali uma coisinha, óbvio que daria. Durante a semana, o que o Cesar mais sofreu foi com essa dificuldade para se restabelecer das tosses, que eram muito intensas. Isso gera muita insegurança, pânico e medo", relatou, ela contando que seu olfato está retonando.

"Os últimos dois ou três dias foram os dias mais críticos que passamos aqui, Cesar com esses altos e baixos. Eu já estou bem desde segunda-feira. Hoje está sendo um dia completamente diferente, estamos estamos mais estabelecidos e seguros de que estamos saindo dessa onda e maré complicada e difícil", destacou, lembrando que as masdrugadas são mais difíceis - segundo Elaine é quando ocorreu, em seu caso e de César, as maiores oscilações de temperatura e saturação.

A atriz agradeceu o apoio dos fãs e disse que sua fé a estava ajudando. "Deus esteve conosco o tempo inteiro", afirmou.








Advertisement