Dia Mundial do Diabetes: 5 mitos sobre a doença.

- 8:02 AM


 



Neste domingo é celebrado o Dia Mundial do Diabetes, uma das doenças mais incidentes em todo o mundo e que ainda é cercada de desinformação, com diversos mitos populares sobre essa condição. A seguir listamos cinco deles e esclarecemos a verdade sobre o assunto; confira:




Comer doces causa diabetes

Para a IstoÉ, a endocrinologista Paula Bruno Araújo destacou: “Na verdade, a ingestão de muito doce/açúcar colabora para o ganho de peso, e contribui para agravar o diabetes. O sobrepeso aumenta a chance de desenvolvimento da doença”.



Filha de piloto de avião de Marília Mendonça sofre ataques nas redes: 'Não desejem ódio'


Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), quando não tem os fatores de riscos — obesidade, sedentarismo e histórico familiar — consumir açúcar exclusivamente, não leva à doença. No entanto, quem tem diabetes precisa moderar o consumo.


Diabéticos não podem comer carboidratos

Segundo a especialista, a principal fonte de açúcar da alimentação são os carboidratos, como pães, massas, tubérculos e farinha. “O diabetes é multifatorial, depende dos hábitos de vida (má alimentação, sobrepeso e sedentarismo). O histórico familiar é muito importante, por isso, algumas pessoas vão desenvolver diabetes mesmo tendo hábitos de vida saudáveis”, explica.


A SBEM reforça que não há restrições aos carboidratos, mas as porções devem ser controladas, pois a alimentação saudável é fundamental. 


Frutas são liberadas na dieta

A SBEM informa que, “embora as frutas sejam saudáveis, elas contêm carboidratos e, por isso, devem obedecer ao planejamento alimentar”.


Sintomas são claros

Os sintomas do diabetes não são claros ou pré-estabelecidos, pois podem variar entre as pessoas. Manter os exames em dia é imprescindível para detectar a doença e, consequentemente iniciar o tratamento imediato. Segundo Paula, o ideal é rastrear através de exames. A pesquisa deve ser feita em qualquer paciente com predisposição ou que apresentar sintomas sugestivos, como excesso de sede, urina em demasia, fome aumentada e perda de peso em qualquer idade. Durante a gestação também é indicado o rastreamento entre 24 e 28 semanas da gravidez.



Diabetes tem cura

A endocrinologista reforça que o diabetes não tem cura. No entanto, o tipo 2 pode ser amenizado quando tratado corretamente, através de medicamentos orais ou injetáveis com recomendação médica, bem como com a realização de cirurgia metabólica, para controlar a síndrome metabólica.



Isto é


Advertisement