Mãe faz desabafo na internet após sogra registrar o neto com outro nome.

- 2:37 PM




Durante a gravidez, é natural que parentes e amigos opinem sobre o nome do bebê. Mas a sogra de uma mãe que precisou ficar internada após passar por uma cesárea de emergência ultrapassou os limites ao convencer o pai do bebê a mudar a grafia do nome escolhido pela mãe sem seu consentimento. 


A mãe, que não teve a identidade divulgada, contou que só descobriu que o nome do meio de seu filho havia sido registrado com a grafia errada dois meses depois do parto, ao procurar a certidão de nascimento. Ela percebeu que, em todos os documentos da criança, o nome estava escrito “Finlay”, e não “Finley”, como ela havia escolhido. “Eu, é claro, estou furiosa, porque disse para o meu marido que estava bem com o nome do meio, mas tinha que ser Finley - e ele concordou antes mesmo de nosso filho nascer”, escreveu ela, em relato ao site Slate.



Sua sogra teria convencido seu marido a mudar a grafia do nome do bebê enquanto a mãe estava inconsciente, se recuperando da cesárea de emergência. O argumento utilizado foi de que “Finlay” seria “mais masculino” do que “Finley”. “Ela mora a alguns estados de distância, então isso foi tudo por telefone”, relatou. 


A mulher ainda tentou convencer o pai da criança a registrá-la com um primeiro nome que sabia que a mãe “odiava muito”, argumentando que ela “ficaria brava, mas superaria”. O marido achou que mudar o primeiro nome do bebê era demais, mas cedeu a trocar a escrita do nome do meio. 



Segundo a mãe, a sogra teria mandado um presente de Natal para o neto e dedicado para o “Finlay”- quando ela ainda não sabia que o bebê havia sido registrado com essa grafia. “Quando fiz um comentário para meu marido, ele nem teve a decência de me dizer! Ele apenas me deixou acreditar que o nome do meio de nosso filho se soletrava Finley, quando legalmente não é!”, desabafou ela.


+ Nome de cachorro? Mãe conta que resolveu chamar filho de Rex e virou alvo de críticas na internet


“Ela desrespeitou abertamente a mim e ao nome que meu marido e eu tínhamos escolhido para nosso filho. Eu realmente acho que ela colocou o nome completo no presente de Natal do bebê como um golpe para mim, sabendo que eu veria”, escreveu. 


A mãe admite que o marido também é culpado por ter feito isso, mas estão trabalhando essa questão juntos. Agora, ela está considerando se deve abordar a sogra ou deixar o marido fazer isso. “Não desejo ter nenhum tipo de relacionamento com minha sogra daqui para frente, então não estou preocupada em ser boazinha com ela”.


“Eu estarei legalmente mudando o nome do meu filho para a grafia correta”, conclui o relato.




 


Foto Getty Imagens

 Via:Revista Crescer

Advertisement