Mãe e filhas morrem após colisão frontal entre carro e caminhão em Santa Catarina

- 8:12 AM

       Daiani era mãe de Dainary Mello Gastão e Leonara Milena Mello Gastão — Foto: Jaqueline                   Merten Campos/ Arquivo Pessoal








Uma colisão frontal entre um carro e um caminhão matou uma mulher de 34 anos e suas filhas na BR-470 em Rio do Sul, no Vale do Itajaí, na sexta-feira (3). As meninas de, 13 anos e de 8, foram socorridas do local com vida, encaminhadas para o hospital, mas não resistiram aos ferimentos. A mãe, Daiani Thibes de Campos, morreu no local do acidente.


Até as 8h48 deste sábado (4) não havia informações sobre o velório e sepultamento das vítimas. As três moraram em Laurentino, na mesma região.




Segundo uma sobrinha de Daniani, Jaqueline Merten Campos, ela e as filhas, Dainary Mello Gastão e Leonara Milena Mello Gastão, estavam voltando de um passeio no momento do acidente.




Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu por volta das 19h15 no quilômetro 140,9 da rodovia.


A condutora, identificada como Daiani Thibes de Campos, teve que desviar de um caminhão com placas de Lages, na Serra catarinense, que teve uma pane elétrica e estava parado na faixa da rodovia onde a família transitava.



Ao fazer a manobra, para não colidir contra o veículo, segundo os policiais, a mulher invadiu a pista na contramão e colidiu de frente com outro caminhão, com placas de Rio do Sul que vinha no sentido contrário.


               Mãe e filhas morreram após um acidente de trânsito na BR-470 — Foto: Jaqueline Merten                       Campos/ Arquivo Pessoal


Quando os bombeiros chegaram a mulher estava morta. As irmãs tiveram parada cardiorrespiratória assim que foram retiradas do veículo, segundo os socorristas, e foram levadas para o Hospital Regional do Alto Vale, onde morreram.


Os motoristas dos caminhões não sofreram ferimentos, segundo os bombeiros.


Nas redes sociais, a escola de uma das jovens lamentou a morte da família.


      Escola lamentou a morte das vítimas nas redes sociais — Foto: Redes Sociais/ Reprodução





Via:G1

Advertisement